Lockheed Super Constellation | Iberia

Lockheed L-1049G Super Constellation serial 4673, prefixo EC-AMP, batizado de Don Juan, que operou nas cores da Iberia – Lineas Aereas de Spaña entre 1957 e 1964. Foi o primeiro Constellation modelo G da Iberia (depois veio o EC-AMQ) e complementava três L-1049E entregues antes, todos novos de fábrica. Foi convertido em cargueiro em 1964 e vendido para a International Aerodyne em 1972 (como N8021). Em 06.1970, foi danificado além da viabilidade econômica de reparo, após um pouso onde o trem de pouso sofreu um colapso, na cidade argentina de La Rioja.

Kit Minicraft, escala 1/144, com decais originais (segunda opção no kit com caixa da TWA). Porém, fiquem atentos: o decal está em tom de amarelo errado (vejam o drawing no próximo post) e não possui indicações de pintura adequadas: há faixa na cor amarela e vermelha nas asas e nas pontas das hélices.

Aeronave: Lockheed L-1049G Super Constellation
Operador & Registro: Iberia | EC-AMP
Kit: Minicraft
Escala: 1/144
Número Hangar: SR01116

Lockheed Electra II | KLM

Este é o Lockheed L-188 Electra II nas cores iniciais do modelo na KLM (depois, mudou o sentido das listras na deriva). Esta aeronave, PH-LLD, serial 2009, com o nome Jupiter, operou sua vida toda com a KLM e foi arrendada, por um período, em 1961 para a Air Ceylon e em 1965 para a PAS (Persian Air Services). Voltou para a KLM e encontra-se preservada no aeroporto Schipol em Amsterdan. O modelo é em metal, da Aviation200 na escala 1/200. Belíssimo trabalho da marca, pintura e detalhes muito bons.

O Lockheed L-188 Electra começou a ser desenvolvido em 1954 para atender uma exigência da American Airlines, para operar em rotas domésticas de curto e médio alcance. O primeiro protótipo voou em 6 de dezembro de 1957. Muitas outras companhias aéreas americanas já se interessavam pelo modelo e a lista de pedidos já passava de 144. Seu primeiro voo comercial foi em 12 de janeiro de 1959, com a Eastern Air Lines (devido a uma greve de pilotos da American Airlines). No entanto, o otimismo da Lockheed sobre vendas futuras foi fortemente abalado por uma série de acidentes ocorridos entre 1959 e 1960 (dois deles onde a aeronave partiu-se em voo), que contribuiu para uma grande quantidade de cancelamentos de pedidos.

Como medida preventiva, restrições à velocidade e altitude de voo foram impostas aos Electras após essas ocorrências. Após uma longa investigação conduzida pela Lockheed em conjunto com a NASA, finalmente descobriu-se a causa para as rupturas da estrutura da asa ocorridas em voo. Um erro de projeto das naceles dos motores fazia com que estes gerassem uma vibração conhecida como “whirl mode”, que era transmitida à asa na mesma frequência de ressonância desta, que iniciava assim um movimento de oscilação crescente que culminava no rompimento de sua estrutura e sua separação da fuselagem.

As naceles ou berços dos motores e as asas foram então reprojetados, recebendo diversos reforços estruturais, e todas as unidades do L-188 em operação foram imediatamente submetidos a um programa de modificações denominado “LEAP – Lockheed Electra Action Program”. Dessa forma, o problema foi definitivamente resolvido e as restrições de voo impostas ao Electra foram suspensas. Porém a imagem do modelo estava irremediavelmente manchada entre os usuários de transporte aéreo dos Estados Unidos, sendo esse um dos motivos que levaram ao prematuro encerramento de sua produção, tendo o último Electra produzido, modelo L-188C e número de série 2022, sido entregue à empresa Garuda Indonesian Airways no dia 15 de janeiro de 1961.

Aeronave: Lockheed L-188 Electra II
Operador & Registro: KLM | PH-LLD
Kit: Aviation 200
Escala: 1/200
Número Hangar: SR00704

Lockheed Electra II | KLM

Kit Minicraft na escala 1/144, Lockheed Electra L-188 nas cores da KLM de 1960, quando a aeronave foi recebida. Com este kit eu completei, em 2012, as duas versões de caixa do kit Electra II Minicraft, número 14444, ou seja, fiz a versão Eastern Airlines e KLM. O kit não é dos melhores, mas fica bonito se bem trabalhado. Abaixo a história do Electra L-188C serial 2014, o PH-LLG, que voou mais de 45 anos seguidos.

Lockheed L-188C c/n 2014 was flown first on 17 February 1960. The airliner was registered PH-LLG with the KLM NV on 24 February 1960, delivered on 25 February 1960 and christened “Neptunus”. On 22 January 1969, registration PH-LLG was cancelled, after the aircraft was sold as N857U to the US freight carrier Universal Airlines. Lockheed L-188C N857U was converted to a freighter and the type was changed into a L-188C(F). Universal Airlines ceased operations in 1972 and the N857U was sold to the former Universal owners Zantop, which family founded Zantop International Airlines.

The ex KLM Electra’s, including the L-188C(F) N857U, however were sold to Saturn Airways. In December 1976, Trans International Airlines acquired Saturn including their Electra’s. When TIA was renamed Transamerica Airlines in May 1979 the N857U was transferred once again. In October 1985, the N857U was transferred to Interstate Airlines. Lockheed L-188C(F) N857U was sold to Sweden and registered SE-IZU with Falcon Cargo on 29 October 1987. On 6 April 1993, the Electra was transferred to Hunting Cargo Airlines and registered first in the UK as G-FIZU.

On 20 May 1997, the freighter was transferred to Hunting Cargo Airlines Ireland and registered EI-CHY. On 23 December 1998, the Electra was registered again in the UK as G-FIZU with Atlantic Airlines. Since Atlantic Cargo and Channel Express operated it. In 2005, the Lockheed Electra II was still active as G-FIZU with Atlantic Airlines.

Aeronave: Lockheed L-188 Electra II
Operador & Registro: KLM | PH-LLG
Kit: Minicraft
Escala: 1/144
Número Hangar: SR00746

Lockheed Electra | Varig

Este é o Lockheed L-10A Electra, o primeiro avião da empresa com este nome. Ele foi o primeiro modelo usado pela Varig em quantidade. A empresa teve um total de oito Electras, que foram o principal equipamento desde 1943, quando começaram as entregas e permaneceram assim até 1946. A foto da aeronave original, abaixo, da coleção Ed Coates, mostra o PP-VAT no final dos Anos 40.

Ele foi construído para a Braniff em 1936, operou com o braço aéreo do Exército Norte Americano, antecessor da USAF, no início da Segunda Guerra, com o serial 42-38344, como modelo C-36A. Após serviço na empresa gaúcha, este Electra foi vendido para a Aeronorte como PP-NBB e acabou desmontado em São Luiz, Maranhão, em 1950. O kit, adquirido do DOC, é na escala 1/72, marca Special Hobby.

Ficha Técnica:

Aeronave: Lockheed L-10A Electra
Registro: Varig – PP-NBB
Kit: Special Hobby
Escala: 1/72
Número Hangar: SR00998

Lockheed L-18 Lodestar | Panair

Este é o PP-PBB, um Lockheed L-18 Lodestar da Panair do Brasil. A aeronave tem o serial 2080 e foi adquirido pela Pan Am em 1941, registrado como NC 33665. O registro fotográfico da aeronave real, ao final, pertence a coleção particular do meu amigo Vito Cedrini, que gentilmente a divulga, mantendo viva a história da aviação civil brasileira.

Até junho de 2007, este avião apareceu no registro dos Estados Unidos como N134NJ, com a indicação de que o registro estava revogado. O status atual deste Lockheed L-18 Lodestar não é conhecido. O kit na escala 1/72, da marca Special Hobby, adquirido via DOC, mostra o PP-PBB por volta de 1942.

Ficha Técnica:

Aeronave: Lockheed L-18 Lodestar
Registro: Panair – PP-PPB
Kit: Special Hobby
Escala: 1/72
Número Hangar: SR00999