Eurofighter Typhoon

Eurofighter Typhoon

Este é um Eurofighter Typhoon, um avião para as funções de caça e caça-bombardeiro desenvolvido por um programa conjunto envolvendo as empresas Européias Alenia Aeronautica, BAE Systems e pela ADS (Airbus Defence & Space – ex-EADS) e os governos do Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha. Em janeiro de 2014 a EADS foi extinta pela Airbus, que criou uma nova divisão aeroespacial, a Airbus Defence & Space. A ADS passou a ser a responsável pela fabricação do caça, em sua unidade de aviões militares.

Sua tecnologia inova em várias tecnologias muitos caças a jato modernos não possuem como, por exemplo, a capacidade de alcançar a velocidade supersônica por longos períodos e chegar a esta velocidade sem o uso do pós combustor.  Ou seja, o Eurofighter Typhoon é capaz de voar em Supercruise.

Lista de países que operaram ou assinaram contrato de compra do Eurofighter Typhoon até Junho de 2018:

Alemanha: 143 aeronaves
Arábia Saudita: 72 aeronaves
Áustria: 15 aeronaves
Qatar: 24 aeronaves
Espanha: 73 aeronaves
Itália: 96 aeronaves
Kwait: 28 aeronaves
Omã: 12 aeronaves
Reino Unido: 160 aeronaves

Total: 623 aeronaves

A Luftwaffe recebeu sua primeira aeronave de série em 04.08.2003, comprou 143 aeronaves e recebeu 130 até Junho de 2018. Operam nos Esquadrões (Jagdgeschwader) 31 “Boelcke”, 71 “Richthofen”, 73 “Steinhoff” e 74 “Mölders”.

Demonstrando a capacidade de resistência do avião, uma aeronave se envolveu em uma colisão no dia 30.06.2014 durante um treinamento, mas não foi perdida. Naquela data, o Typhoon 30+91 sofreu uma colisão em voo com o Learjet 35A (D-CGFI), que participava do exercício como aeronave interceptada. O Learjet fez uma curva e bateu no 30+91, perdendo controle e caindo perto de Olsberg, na Alemanha, matando ambos pilotos a bordo. O bastante danificado Typhoon 30+91, mesmo atingido e danificado, fez um pouso de emergência na Base Aérea de Nörvenich Air Base e seu piloto sobreviveu.

Para saber mais sobre este acidente e até acessar o reporte oficial, clique AQUI.

Este é um modelo em metal da marca espanhola DeAgostini, da coleção Caças de Combate. A miniatura sofreu diversas alterações, como pintura do radome, antenas, entradas de ar e trem de pouso.

Eurofighter Typhoon

Eurofighter Typhoon

Eurofighter Typhoon

Eurofighter Typhoon

Aeronave:  Eurofighter Typhoon
Operador & Registro: Luftwaffe | 30+26
Kit: DeAgostini
Escala: 1/72
Número Hangar: SR02212

F4U-1D Corsair | US Navy

Terceiro modelo de 2013. Na realidade este é um die-cast da Easy Model. Sempre tive vontade de pegar um kit destes e detalhar. Fiz desgastes, antenas, pintei os trens e cubo das rodas (que eram prata), foguetes e coloquei stencils. Resolvi começar com este Corsair para colocá-los junto com os demais aviões do fim da Guerra do Pacífico.

O Corsair teve produção iniciada em 1942 e operou desde então com a Navy e os Marines, seja de terra ou dos porta-aviões. Sua visão era inconfundível, com o perfil de asas de gaivota invertida, necessária para dar altura ao avião, com sua enorme hélice. No total, 12.681 foram construídos.

Este é dos Marines, Esquadrão VMF-312 que tinha como característica marcante sua pintura xadrez (checkerboard) no motor e cauda. O Esquadrão tinha o apelido de “Day’s Knights” em homenagem ao Major Richard M. Day, mas se tornou conhecido como “Checkerboarders”. Os Marines comissionaram o Fighting Squadron 312 (VMF-312) no Page Field, Parris Island, South Carolina em 1º de junho de 1943 e ele continua ativo hoje como VMFA-312voando F/A-18.

O #530 operou em Okinawa em 1945.

Aeronave: Vought F4U-1D Corsair
Operador & Registro: US Navy | #530
Kit: Easy Model
Escala: 1/72
Número Hangar: SR00411

C-54 Skymaster | US Army

Esse foi mais um de 2012, também da série “Bombardeiros da Segunda Guerra” da Planeta DeAgostini (Edições Altaya). Decais da caixa de sobras. Fiz um C-54 fictício, mas na configuração original, de 1942 até 1945, na cor verde em cima e cinza embaixo, camuflado. Gostei do resultado.

Aeronave: Douglas DC-4 (C-54) Skymaster
Operador & Registro: USAAF 
Kit: Altaya
Escala: 1/144
Número Hangar: SR01685

F-18C Hornet | US Navy

O modelo é da Witty Wings, a mesma marca do F-18F Digital. Trata-se de um F/A-18C, serial 164673 do esquadrão VFC-12 da Base Aérea NAS Oceana. O avião utiliza o mesmo esquema de cores de aeronaves do final da Segunda Guerra Mundial, em especial com as marcações do porta-aviões USS Randolph de 1945, onde voava nesta época, Hamilton “Mac” McWhorter, o primeiro ás com o avião Hellcat da US Navy. Parte das comemorações dos 100 anos da aviação naval dos EUA.

Aeronave: McDonnell Douglas F-18C Hornet
Operador & Registro: US Navy | 164673
Kit: Witty Wings
Escala: 1/72
Número Hangar: SR01365

F-18F Super Hornet | US Navy

Este é um die-cast que não pode faltar na coleção: o famoso F-18F de camuflagem digital da US Navy feito para comemorar os 100 Anos da Aviação Naval dos EUA. A aeronave, código NJ-100 (registro 165677, serial 1512/F016) é do esquadrão VFA-122 “Flying Eagles”. Foi revelado pela primeira vez emTulsa, Oklahoma, no dia 25.10.2010.

Aeronave: Boeing F-18F Super Hornet
Operador & Registro: US Navy | 100 Years of Naval Aviation
Kit: Witty Wings
Escala: 1/72
Número Hangar: SR01366